Quase que me sinto sufocar

Agora deu-me para pesadelos sem pés nem cabeça, para depois acordar quase a sufocar de madrugada.
Sonhei que o A*, quando confrontado, tinha admitido que me tinha traído. Quando me apareceu em casa mandei-o embora, chamei-lhe uma data de nomes e quanto mais ele falava mais eu lhe batia. Disse-lhe que tinha acabado e que não o queria ver mais, que quando o visse na rua passaria para o outro lado da estrada e outras coisas que não vou mencionar aqui. É melhor.
Só sei que acordei numa aflição doida e começo a perguntar se estes pesadelos que tenho tido não terão um significado por trás.

Share This Article:

CONVERSATION

3 comentários :

  1. Com certeza que não passam de pesadelos mas se te está a incomodar devias falar com o A :/

    ResponderEliminar
  2. Tens de pensar que não :/

    Obrigada pela força*

    ResponderEliminar
  3. Tenta acreditar que não... fala com ele e tira esses monstros da tua cabeça...

    ResponderEliminar