Deixa-me Amar-te# Excerto


«- Vai molhar a mamã. – Sussurrou ele, quando Inês mergulhou as mãos na água salgada.

Com um sorriso traquina, assim ela fez. Correu para Sara que se sentara na areia a ver a cena que se desenrolava à sua frente e colocou as mãos molhadas na cara dela. A surfista fingiu-se aterrorizada e Inês fugiu no seu passo trôpego para a beira-mar em direção a Salvador que lhe abriu os braços para que ela saltasse. Inês saltou sem qualquer receio e ele atirou-a ao ar, apanhando-a firmemente de seguida

- Queo mai. – Quero mais, pedia ela entusiasmada.

Salvador fez-lhe a vontade e quando a segurou firme novamente, beijou-lhe os cabelos loiros e sussurrou:
- Sempre cuidarei de ti. Prometo.

Sara não cabia em si de tantas emoções e sentimentos que estava a transbordar ao ver a cena de brincadeira entre a filha e Salvador, e quando ele olhou para ela com aqueles olhos verdes tão brilhantes e um sorriso que transmitia todas as coisas boas, com o cabelo escuro mais curto, a barba de três dias e a tez mais morena, só lhe apetecia também saltar para os braços dele. Com o sol atrás de si, aos olhos de Sara, o surfista era perfeito. Não só fisicamente mas também como pessoa. E naquele instante ela soube que Salvador seria sempre o único homem da sua vida.»

Que acham? Gostam?


Share This Article:

CONVERSATION

3 comentários :