Apresentação/Sinopse || Tudo o Que Sempre Quis


      Escrever um livro é fácil, qualquer pessoa o pode fazer, difícil é levar a tarefa até ao fim sem nunca perder o entusiasmo. Tudo o Que Sempre Quis foi um desafio a todos os níveis, e quando estava semanas sem conseguir escrever uma palavra que fosse pensava “Não vou conseguir acabá-lo. Não tenho ideia nenhuma que valha a pena.” Então, pegava nos headphones, escolhia uma lista de músicas que me inspirassem consoante o que pretendia escrever, fechava os olhos e hibernava para o mundo durante horas sem dar por isso. Era como se a história se desenrolasse á minha frente, e não na minha imaginação. Aprendi a conhecer as personagens, a pensar como elas. 
        Tudo o que sempre quis não é apenas o meu desejo de adolescente, é também uma parte das pessoas que conheci ao longo dos anos e me inspiraram numa coisa ou outra, num traço ou outro, de cada personagem. Este livro também é vosso.

Sinopse:
Salvador. Lucas. Helena. Sara e Martim.
Cinco jovens que se perdem algures na estrada da vida. Todos eles têm assuntos pendentes, cicatrizes e fantasmas que insistem em persegui-los onde quer que vão. Até mesmo quando um por um, por um motivo ou por outro, se refugiam num pequena Vila à beira-mar sem saberem até que ponto os seus destinos estão traçados.
Uma história de amor, de amizade, de escolhas e segundas oportunidades. De dor, perdão e fé.
Ninguém é forte o suficiente ao ponto que não precise de alguém.

O que faria com uma noite que mudou tudo?
Até onde iria por amor?

#Não digo que o meu livro seja ótimo, sei que não o é. Nunca escrevi outro anteriormente. Mas espero que acompanhem as publicações, que gostem e que deixem as vossas sinceras opiniões.#

Share This Article:

CONVERSATION

6 comentários :

  1. Woow escreveste um livro? Muitos parabéns!!! Espero que tenhas imenso sucesso :) x

    ResponderEliminar
  2. r: ainda vais muito a tempo de o fazer :) :)

    ResponderEliminar
  3. Gostei *_* Eu estou a pensar começar a escrever o meu e tu devias era enviar para uma editora :)

    ResponderEliminar
  4. Estou muito curiosa com este teu livro :) E confirmo as palavras iniciais do texto: o difícil não é escrever um livro, é levar as coisas até ao fim. Até hoje só consegui acabar um livro - que consegui editar e está à venda - mas desde aí tenho mil ideias e nunca tenho vontade de as terminar.

    ResponderEliminar