Não tenho que dar satisfações a ninguém...


Não tenho que dar satisfações a ninguém mas vou deixar aqui bem claro, para certas pessoas que não entendem o porquê, e que nem têm nada que dizer, nem que opinar quando as procurei para conversar e nada me souberam ajudar ou aconselhar... eu e o Lex estamos a tentar ser amigos. Sim. E daí?
Sim,  acabámos o namoro, sim não o queria ver nem falar com ele...sim, tudo isso.
Mas obrigatóriamente, um casal quando se separa tem que se dar mal o resto da vida? Tem que se odiar?
Não são mais nem menos do que eu para me virem com olhares arrogantes ou conversas da treta cá para o meu lado. As únicas satisfações que devo são aos meus pais porque vivo debaixo do tecto deles. O resto nem me interessa o que pensam ou deixam de pensar. E para essas pessoas que nunca me souberam escutar, que nunca tinham um conselho para dar quando os pedi, não mos dêem agora.
Sim o Lex errou, não significa que já o perdoei ou que esqueci, mas também eu tenho coisas que quero mudar e estou disposta a tentar ser amiga dele.
Se não for amiga dele, como saberei se algum dia ele poderia realmente mudar desta vez? Mas não entendem isso. Não entendem o que é amar uma pessoa durante dois anos e ver ao ponto que as coisas mudaram. Não entendem o quão dificil é perceber que o sentimento que tinha por ele ainda existe. Adormecido, algures, mas no fundo, existe. Se eu dissesse que já não o amo de todo,isso sim seria de se preocupar, significaria que já não o amava há muito tempo.
E para resumir o esclarecimento; sim, saímos de vez em quando, estamos a tentar ser amigos, a tentar entendermo-nos. Ao contrário do que muitas mentalidades de m* pensam rapaz e rapariga podem sim ser amigos. Não digo que na nossa situação seja fácil, não é. Não é fácil ser amiga da pessoa que beijei durante tanto tempo, que abracei, que conheci cada traço do seu corpo.Nada disto é simples mas não é impossível.
Estou a viver um dia de cada vez, aproveitar o que o hoje me dá e amanhã não sei.
Posto isto, quem tem algo a dizer que diga de uma vez. Quem não entende, pode dar meia volta. Só não me mandem olhares arrogantes e estúpidos por acharem que sabem tudo da minha vida.
Aos demais, desculpem pelo desabafo.

Share This Article:

,

CONVERSATION

5 comentários :

  1. Fazem muito bem tentar ser amigos e ninguém tem de se meter :)

    ResponderEliminar
  2. A vida é tua, tu é que tens de decidir o que queres. e sinceramente acho muito bem!
    xoxo
    BLOG // FB PAGE

    ResponderEliminar
  3. Pode ser ingenuidade minha, mas há uma coisa que defendo há muito tempo: o facto de duas pessoas não resultarem como casal não significa que não resultem como amigos. Claro que não é um processo fácil, nem sequer automático. É preciso sarar as feridas primeiro. Mas se as pessoas conversarem, esclarecerem tudo, não vejo porque é que não possam ter uma convivência saudável depois de terminarem a relação.
    O problema de muitas pessoas é não saberem escutar, mas adorarem opinar sobre a vida dos outros, como se fossem donas da razão.
    Força!

    ResponderEliminar
  4. eu entendo, tentei isso várias vezes. depois acabei por me afastar, para me preservar, já que não estava a resultar... tens todo o direito de fazer as tuas escolhas! força*

    ResponderEliminar