...


É incrível como continuas a conseguir ser tão cara de pau. Mesmo eu achando que não, ainda me consegues surpreender com essa tua conversa fiada de quem acha que estou a engolir alguma coisa.
Mas mete uma coisa nessa cabeça, eu não preciso de ti na minha vida, nem da tua amizade fingida, nem dos teus amuos de "Então quando puderes (sair) diz". Ora, eu simplesmente não quero, OK? Não contigo.
Bolas, já chega disto tudo. Abri os olhos e fiz as contas agora pega nessa tua conversa da treta, nessa tua amizade falsa e vai chatear outra. 

Share This Article:

,

CONVERSATION

8 comentários :

  1. R: Oh que fofa, obrigada por seguires :)

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Obrigado querida... principalmente paciência.

      Eliminar
  3. Já lhe disseste isso exactamente como escreveste aqui? Ás vezes as pessoas precisam de ouvir a verdade, sem rodeios nem embelezamentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Basicamente, não quero falar com ela. Já me esquivei às perguntas que me faz a querer saber coisas da minha vida, a lanches etc. Melhor do que ninguém deve saber o mal que me fez.:s

      Eliminar
  4. Nada melhor do que dizer-lhe o que achas, e assim não te chateia mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que prefiro a ignorância, dizem que o desprezo é a melhor arma. Sobretudo quando a usam connosco também.

      Eliminar