Dentes de Ouro || Fase 4


Esta foi aquela fase que apesar de ter sido um tanto perturbadora a certa altura, foi a que mais me alegrou.
Finalmente tinha o "aparelho das cores" e nunca me esqueço, a primeira cor que pedi foi azul claro. Nostalgia ou não, curiosamente, foi também a cor que escolhi quando soube que seria o último mês que usaria aquele aparelho depois de 4/5 anos .Quer dizer, depois de já ter usado todas as cores e combinações possíveis...
Foi giro, até divertido. Coloquei em ambos os maxilares no mesmo dia e comi carne ao jantar. Pior foi quando começaram as dores no dia seguinte. Andei a papas mais de uma semana mas não me importava com isso. Comecei a gostar de sorrir porque finalmente via os meus dentinhos direitos a juntarem-se uns aos outros enquanto o tempo avançava.
Esta fase começou nas férias do Verão, antes do 9º ano, meses depois de o meu avô ter morrido e eu ter feito 14 anos.
Cada mês que ia à "manutenção" trazia uma cor nova, era uma alegria. Ainda me lembro - e tenho uma foto - de quando tinha 17 anos ter a bandeira portuguesa nos dentes numa altura de mundial/europeu.
Mas nesse meio tempo, começaram os preparativos para a cirurgia, e se eu estava ansiosa por ter um sorriso normal, cada mês que passava mais assustada ficava.
Os ditos preparativos incluía os 2 cisos inferiores arrancados. A questão é que estava ainda dentro do osso mas tinham de ser tirados naquela altura para dar tempo do osso cicatrizar antes da operação.
O primeiro, fui apanhada desprevenida, nem estava planeado. Quando o borracho do dentista (outro que nada tinha com aparelhos) me pergunta se já estava de férias (fogo tinha entrado de férias no dia anterior) já estava com ela fisgada. Vá toca a tirar isso daí já que aqui estás e nem tempo de pensar tiveste.
Nem comento mais nada sobre esse processo, devem imaginar o quanto doloroso foi apesar da anestesia, faz sempre impressão aquelas brocas, aqueles alicates... enfim.
Já o segundo, estava marcado e eu tremia em cima da cadeira como se estivesse a levar um choque eléctrico tal eram os nervos. Sabia bem o que me esperava e isso não ajudava em nada de nada." Mais uns pontinhos, um dente a menos, não sei quantos euros a menos também, e pronto estás despachadinha. Podes ir comer um gelado. "

Mas calma, não poderia ser apenas isto. Tinha de haver outra coisa menos boa para contra balancear... descobrimos através dos Raio-X que tinha os dois caninos a nascer para o nariz. Ou seja, estavam mesmo de cabeça para baixo, a romper para o nariz e romperiam se não fossem tirados. Havia duas opções... ou eram tirados através de uma pequena cirurgia ao céu da boca feita no consultório dentário,ou faziam-se uns furos na gengiva superior, eram armadilhados e encaminhados cá para baixo para o sítio a que pertenciam.
Claro que escolheram a opção mais sangrenta. E pior ainda foi uma das armadilhas ter-se partido umas semanas depois. Tiveram de me fazer um novo golpe para voltar a prender o dente.
Já viram bem? Grande sorte hein?

Mas depois da tempestade vem a bonança, e a cada mês via novos resultados. Habituei-me tanto ao aparelho que mais tarde quando o tirei até senti falta e ainda tenho hábitos dessa altura. Por exemplo, deixei de conseguir comer maçãs à dentada desde essa altura, agora também por sobretudo, ter placas e parafusos no maxilar e me magoa mas ainda não estou muito segura a trincar o pão etc. São hábitos que inicialmente estranhamos e depois é uma coisa normal para nós.
No próximo post falarei daquele que foi o maior passo de todos. Fiquem por aí que até tem umas partes engraçadas :)

Share This Article:

CONVERSATION

13 comentários :

  1. Eu usei só o aparelho das "cores" mas primeiro tive que arrancar os 4 cisos. Felizmente correu tudo bem e só o primeiro é que me custou porque não fazia ideia daquilo que tinha que esperar... Os outros três foram super tranquilos. Eu pensava que tinha sofrido muito com os meus dentes mas ao ler esta tua experiência sinto que tive imensa sorte!

    O que importa é que superaste tudo isso e agora tens um sorriso lindo :)

    r: A costa vincentina já conheço praticamente toda. Tenho uma tia minha a viver em Sines e já conheço desde Santo André até à Zambujeira do Mar. Agora vou conhecer Portalegre e os arredores. Numas próximas férias talvez vá mais para Sul visto que do Norte também já conheço bastante :) Aos poucos vou conhecendo Portugal!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já eu nunca fui ao Norte :s é mais alentejo e algarve, mas ainda me falta conhecer muita coisa ainda ahaha ^^

      Eliminar
  2. Quando usei aparelho a primeira cor que escolhi também foi azul e lembro-me da minha dentista dizer que o azul era a primeira cor de quase toda a gente.

    ResponderEliminar
  3. eu usei aparelho às cores também xD usei durante quase 5 anos!

    ResponderEliminar
  4. É sem dúvida o processo demorado e doloroso ..

    ResponderEliminar
  5. Uma experiência, sem dúvida!

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar
  6. Eu ainda uso o aparelho das cores. Não sei quando é que o vou tirar mas acho que não está para breve. Antes ja tinha usado daqueles que dão para por e tirar por isso não foi um choque assim tão grande. Quanto à questão das maças sempre achei que era um pouco impossivel e improvavel alguem conseguir comer uma maçã à dentada até ver alguém. Eu tenho um pouco de receio, estou sempre à espera que salte um bracket não sei porquê xD

    Beijinhos, Sky
    http://meandtheworldbysky.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O quê? A sério? :o Nunca vi ninguém comer uma maçã com aparelho, mas a dentista também me disse que a coca cola estragava os braket's... não me incomodou, nem gosto de coca cola xD

      Eliminar