Desta vez, simplesmente não voltes.


Desta vez, eu tinha mesmo acreditado que as coisas iriam dar certo. Depositei as minhas últimas esperanças nisso, à espera de um milagre, talvez. Mesmo assim, havia algo, uma sensação, que me mantinha de pés assentes no chão e me impedia de admitir que estávamos juntos de novo.
Era como se algo me sussurra-se "Não faças isso". Sempre que estava prestes a falar com os meus pais, algo me impedia de falar ou então a minha mãe relembrava-me sem querer de coisas passadas mas até tinha razão, como sempre.
Pela centésima vez, acreditei no que dizias mas no fundo, houve uma coisa que nunca consegui alterar, a minha desconfiança nalgumas coisas, a minha intuição. Era como se estivesse sempre de pé atrás. Na altura não fiz caso, mas agora vejo que essa mesma intuição raramente falha.
Eu sabia, tinha a certeza absoluta que no dia que vieste com a conversa de mandar vir um computador fixo às peças e montar em casa, estavas com ela fisgada. Nem sequer disses-te "Olha já mandei vir". Não. Limitas-te "Olha já montei o PC" WTF? Então mas...?
Pois.
E o pior? Eu não queria saber de merdas nenhumas que fazes com o teu salário se não tivesses os dentes para arranjar há anos e nada! 1º era por não teres dinheiro, agora que o tens é para tudo menos o que importa realmente. Isso chama-se prioridades, O quê, faz mais falta um computador fixo (sendo que até tablet tens) do que os dentes podres arranjados? E foste adiando, mês a mês...Enfim.
Cansei. Cansei de tudo. De dizeres uma coisa e fazer outra, como sempre. Com a promessa "É a seguir"; "É no próximo mês". Claro que sim, e eu acreditar nisso? Tal como acreditava na conversa da casa com cerca branca para o próximo ano. É, para ti é sempre tudo tão fácil e rápido. Vê.-se logo.
Falavas tanto dos teus pais e nesse aspecto és tal e qual igual a eles, e sabes? Eu odeio gente assim. Foi assim que se encheram de dívidas até ao pescoço e acabam por não ter nada realmente importante, apenas coisas fúteis, como eles. Ah e adorei aquela parte em que dizes que estás farto de me ouvir. A sério. Apenas limitei-me a dizer a verdade quando disse que eu estava farta de te aturar. A tua mãe que te ature que ela é que te fez.
Fica a dica. Fui!


Share This Article:

, ,

CONVERSATION

6 comentários :

  1. Quando alguém não tem as mesmas prioridades que nós é difícil de conseguir conjugar as coisas! Muita força :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode ser que desta vez eu abra realmente os olhos de uma vez por todas e me deixe de 2ªs, 3ªs e 10ªs chances.

      Eliminar
  2. Parece-me que esta pessoa não te merece. As prioridades dele são muito diferentes das tuas e se ele está cansado de te ouvir, não vale mesmo a pena, porque deveria seguir os teus conselhos!
    Sei que é difícil desistir de alguém, mas pensa que estarás a dar uma chance a ti e à tua felicidade!
    Força. <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que se cansou de me ouvir porque também me cansei do aturar, sempre com "promessas" e cumpri-las está quieto. Ele lá sabe da vidinha miserável dele, deve achar muito giro ter os dentes naquele estado, mas e entender isso? Nem quero saber. Que se lixe de uma vez por todas.

      Eliminar