Paz de Espírito


Adoro o mar. A areia nos pés. A maresia salgada, aquele aroma inconfundível da beira-mar.
O vai-vem das ondas que me inspira.
Mas também gosto imenso de piscina. Onde posso estar sossegada, sem areia a colar-se ao corpo, sem miúdos barulhentos apenas a ouvir os pássaros, as folhas das árvores, os sons da natureza no geral. 

Share This Article:

, ,

CONVERSATION

17 comentários :

  1. Hum, gosto do teu conceito de piscina. O meu é diferente. Piscina cheia, cheia, cheia de gente que até a água quer saltar cá para fora, gajos a micarem o cabedal das miúdas, putos a brincarem com bolas e a acertarem em cheio nas trombas dos papalvos distraídos a lambuzarem-se com um Magnum semi-derretido. Ah, a piscina pública! Adorable! :P

    ResponderEliminar
  2. Eu também gosto dos dois...desde que esteja bom tempo...que aqui pelo norte o tempo de praia não é grande coisa!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  3. Adoro o mar. Não vivo sem ele. Adoro a minha praia, principalmente quando está quase deserta. Piscinas é algo que não me atrai, não tem aquela magia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Piscina gosto mesmo é da minha ^^

      Eliminar
    2. Eu não gosto nada, nem da da minha tia, que é como se fosse minha

      Eliminar
  4. na piscina n ha miudos barulhentos? nc fui ao mar i a piscina tambem foram poucas as vezes mas nao se ouvia outra coisa s n miudos a gritar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nas piscinas municipais deve haver, na minha não :)

      Eliminar
  5. Adoro o mar. Mas uma piscina assim sossegada e a ouvir os sons da natureza, também me parece lindamente ;)

    Um beijinho minha querida

    ResponderEliminar
  6. Eu confesso que prefiro a praia :)
    Beijinhos ^^

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também mas há dias que prefiro mesmo a tranquilidade da piscina:)

      Eliminar
  7. Identifiquei-me tanto com esta publicação! Pessoalmente, o meu coração também se divide entre a praia e a piscina - momentos diferentes e estados de espírito distintos permitem-me apreciar cada uma como merecem :)

    ResponderEliminar