Calma, é só uma mala de computador


Cada vez mais, é o prato de cada dia ouvir-mos notícias sobre ataques aqui e ali. Já é quase rotina.
Ninguém está livre disso acontecer seja onde for, a paranóia e o medo é cada vez maior e há uns dias notei isso no olhar daquela senhora que me ia fuzilando. Passo a explicar.
A porta do escritório tem 2 chaves para abrir, uma em cima e outra em baixo. Eu só tenho a de baixo e nunca sei quando é que o patrão fecha em cima ou não.
Pronto. Resumindo, deixei a mala do computador encostada à parede do café ao lado onde me costumo sentar debaixo do toldo, e fui ver se a porta dava para entrar ou não. 2 segundos depois passa a dita senhora a olhar para a mala, desconfiada a pensar que seria alguma coisa ali deixada (?) provavelmente o mesmo que eu pensaria.
Só continuou caminho quando peguei na mala e acho que mesmo assim continuou desconfiada. 

Share This Article:

CONVERSATION

4 comentários :

  1. ha sempre uma desconfiança nesses casos, ainda para mais agora

    ResponderEliminar
  2. Estão a conseguir, exactamente, o que querem. Que vivamos sempre com o medo bem presente. É triste, mas acho que já não se consegue evitar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade! Mas fiquei um pouco assustada com a senhora. Ainda chamava a GNR :P

      Eliminar