Dia Internacional do Gato

Foto Pessoal

E porque hoje é o Dia Internacional do Gato, não podia deixar passar esta data em branco.
Fui criada no campo, rodeada de animais. Ovelhas, galinhas, porcos, cães etc. Mas sempre fui mais ligada a gatos.
Tive o meu 1º gato há mais de 10 anos. O meu Neco. Era gordo, cabeçudo e mal o chamava ele aparecia andasse ele por onde andasse. Era o meu melhor amigo. Tive o maior desgosto quando desapareceu. Durante anos não tive nenhum animal meu, nem gato nem nada. De vez em quando apareciam lá por casa gatos vadios mas só muitos anos depois aceitei ter um gato em casa outra vez.
Então veio a Kiki. Depois ficou a Kim (filha da Kiki).
A Kiki já me fez chorar baba e ranho quando esteve desaparecida por 2 vezes.
Estive por um fio de a perder no ano passado e já jurei a mim mesma que no dia que ambas morrerem não quero cuidar de mais bicho nenhum.

Share This Article:

CONVERSATION

2 comentários :

  1. São lindas, as bichinhas! *.*
    Compreendo o que dizes, mas acho que nunca terei coragem de não ter gatinhos comigo. (Quando viver sozinha, claro, porque a minha mãe pensa como tu. Se já quero que a minha Nina dure muitos, muitos, muitos aninhos, assim ainda quero mais.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não digo que mais tarde não teria saudades mas estas duas são muito especiais lá por casa, são parte da família e terei o maior desgosto da minha vida quando as perder :(

      Eliminar