Gosto de ti, e então? | 9


“Amas-me? Diz-me! Não me mostres só!
Não me deixes ausentar para sempre. Não me deixes ficar a pensar que nada somos. Nos dias maus eu tendo a esquecer-me que me amas.
Diz-me! Há alturas em que é mesmo necessário ouvir por palavras aquilo que sabemos que nos é, de alguma forma, demonstrado.
Amas-me? Queres-me? Precisas-me?
DIZ!”

                                                                                                           Rita Leston [Gosto de ti, e então?]

Share This Article:

,

CONVERSATION

8 comentários :

  1. às vezes as palavras são mais fortes que os gestos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E às vezes palavras tão simples significam tanto...

      Eliminar
  2. Respostas
    1. É daqueles textos que nos deixa a pensar.

      Eliminar
  3. Não me canso de dizer o quanto amo quem amo, não me canso de ouvir um amo-te verdadeiro. Nunca devemos adiar dizer o que sentimos porque se não o fizermos um dia pode haver arrependimentos

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Não gostei muito do livro, mas tem passagens que dizem tudo :)

      Eliminar