Gosto de ti, e então? | 14


”Amar mesmo”? Isso existe? Ou se ama ou não. Não se ama só um bocadinho. Não se ama às vezes. Não se ama quando dá jeito, é confortável e engraçado. Ou se ama, ou não se ama. Sem dúvidas mesmo com todas as interrogações iniciais.
Na dúvida gosta-se, acha-se piada, faz-nos rir e faz-nos sentir bem. Na dúvida ficamos para ver se amamos o outro. Não se ama num dia, mas há um dia que percebemos que ontem já amávamos. Que ontem já faziam parte de nós. Que ontem já queríamos o outro aqui.
“Amar mesmo”, não existe. Ama-se e pronto. Sem mesmos. E sem merdas.”


                                                                                                           Rita Leston [Gosto de ti, e então?]

Share This Article:

,

CONVERSATION

3 comentários :