Laura L. Jackson | A Luz que nos Une



«Laura Lynne Jackson estava atrasada. Do outro lado da cidade, dezanove pais e mães, que tinham perdido os filhos, esperavam ansiosamente por ela. Laura estava numa pilha de nervos, não sabia como os poderia vir a consolar. Quando parou num semáforo, porém, as crianças chegaram. Laura sentiu-lhes a presença dentro do carro. Todas tinham mensagens, e queriam que a médium as transmitisse. Mais tarde, ao chegar à reunião de pais, já sabia o que lhes dizer. Os filhos tinham-na visitado, estavam bem. E queriam apenas libertar os pais da dor de os terem perdido.

Durante anos, Laura viveu com um dom secreto. Tinha extraordinários poderes mediúnicos, e não sabia como lidar com eles. Começou a senti-los quando um dia, num ataque de pânico, previu a morte do avô. E cresceu assim, a esconder a verdade de todos, angustiada por ver o que mais ninguém via, envergonhada por conseguir ler auras, pensamentos. E, sobretudo, por ouvir as vozes de quem já cá não estava. Em adulta, e durante mais de vinte anos, viveu uma vida dupla. De dia era professora, à noite mediava a conversa entre aqueles que tinham ficado e aqueles que tinham partido. Só quando um painel de cientistas lhe certificou o dom é que começou a sentir-se em paz consigo mesma. Decidiu então contar a sua história e escrever este livro transformador. A Luz que nos Une abre-nos as portas para o mundo que existe para além da vida e da morte.»


Sempre admiti ter a mente aberta para certas coisas inexplicáveis. Adorei a série Entre Vidas (Ghost Whisperer) que passava na SIC, e depois de o meu avô falecer fui "obrigada" a acreditar que havia algo mais depois do fim. 
Ao longo dos anos tive várias provas que, ou sou a gaja mais sortuda do mundo ou tenho alguém a cuidar de mim. Prefiro continuar a acreditar na 2ª. 
Sendo assim, adorei este livro. Acabou por se tornar uma leitura bastante reconfortante, perceber que as pessoas que amamos e perdemos continuam connosco, mesmo que não as vejamos elas estão lá. A torcer por nós, a cuidar de nós... 
Para os céticos, nem vale a pena começarem a ler, mas para quem acredita em algo mais, recomendo, sem dúvida!

Share This Article:

,

CONVERSATION

4 comentários :

  1. Parece ser um bom livro, mesmo para céticos. )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que este livro só faz sentido se o leitor acreditar minimamente no que está a ler :)

      Eliminar